top of page

SAAE PROMOVE EDUCAÇÃO AMBIETAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES ATENDIDOS PELA ASSOCIAÇÃO BOM PASTOR

Crianças e adolescentes, em razão de suas fases de desenvolvimento, apresentam em geral maior receptibilidade e interesse sobre conteúdos aprendidos, conforme comprovado por diversas pesquisas e observações no campo da psicologia do desenvolvimento e da educação, e assim compartilham as informações apreendidas com sua rede social, de amigos e familiares. Ao definir esse público como grupos sociais para as atividades de educação ambiental, pretende-se alcançar multiplicação nas mensagens compartilhadas com crianças e adolescentes de maneira que esses sejam agentes ativos de sensibilização de outras pessoas sobre os impactos do ser humano à natureza e suas consequências.

O Projeto de Trabalho Tecnico Socioambiental - Controle e Redução de Perdas (PTTS CP), tem a educação ambiental como uma ação inegociável e de extremo valor para as atividades scocioeducativas desenvolvidas. Em geral, são convidados os residentes das áreas de influência das obras de saneamento básico e, nesse caso, foi selecionada uma instituição presente na área de influência de tais obras, para que pudesse ocorrer a atividade Roda de Conversa 1, intitulada “Saneamento básico: A influência na preservação do meio ambiente e na qualidade de vida”, que retrata junto às crianças e adolescentes, de maneira educativa, os impactos que a falta de saneamento básico provoca nas comunidades, como desemprego, baixa autoestima, desistência escolar entre outros.

O encontro com as crianças e adolescentes da Associação Bom Pastor ocorreu no dia 12 de setembro de 2023. A instituição faz parte da área de abrangência do CRAS Ipiranga. Contando com a participação de 31 pessoas entre crianças, adolescentes e educadoras da instituição, a atividade foi construída de modo prático e didático, por meio da apresentação de vídeos e dinâmica, incentivando a participação do público por meio de experiências vividas, dúvidas e curiosidades.

Dos vídeos apresentados, os presentes puderam observar os processos existentes em uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) fazendo com que o efluente retorne ao meio ambiente sem prejudicá-lo, além de acompanharem a história do famoso “Jeca Tatu”, que morava numa região afastada e sem saneamento básico, adoecendo devida a exposição a germes e bactérias, sendo diagnosticado por um médico que passou nas proximidades de sua moradia.

Após a apresentação dos conteúdos, realizou-se a dinâmica, um bingo com objetivo pedagógico abordando a temática ambiental. Foi explicado às crianças e adolescentes o funcionamento do jogo, quando cada pessoa presente ficou com uma cartela, com números variando entre 0 e 75, e uma lista com tópicos relacionados ao meio ambiente ganharia quem completasse a fileira na forma diagonal principal, vertical ou horizontal. A cada sorteio de um número, um tópico relacionado ao tema da oficina era comentado pelos membros da equipe OMI Consórcio, e assim eram feitas explicações sobre o tema sorteado, perguntando às crianças e adolescentes a respeito dos seus conhecimentos. Alguns dos participantes demonstraram saber sobre temas como aquecimento global, desmatamento, reflorestamento, entre outros.

Depois de alguns números sorteados, houve uma vencedora, que leva “Vitória” no nome, coincidentemente, o que gerou comentários entre os participantes. Ela e outros colegas receberam um brinde simbólico da equipe OMI Consórcio, composto por bloco de anotações e caneta personalizados do PTTS.

Para fechar a atividade, houve um momento de descontração para todos, com a oferta de lanches (mini salgados e refrigerantes), servidos com o almoço da pastoral. Neste momento, comentários sobre a atividade foram feitos por crianças, adolescentes e responsáveis da Associação.


“Foi muito legal a atividade, aprendemos a não desmatar e não poluir, para ter um planeta melhor.”

(Bryan Felipe)


“A atividade foi muito pertinente, com as temáticas de meio ambiente. Todos participaram e interagiram. Acredito que a educação ambiental precisa ser contínua para alcançar resultados, principalmente para os pequenos.”

(Clélia, educadora voluntária)


“Eu achei a atividade muito importante o pessoal do SAAE vir aqui, e explicar sobre os cuidados para evitar as doenças. Achei o bingo muito divertido, obrigada SAAE.”

(Sara Cruz Neves)


Alguns registros da atividade, juntamente aos depoimentos dos participantes podem ser vistos a seguir.















Comentários


ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page